TIPOLOGIA E USOS DAS ÁREAS VERDES EM VITÓRIA DA CONQUISTA – BAHIA, BRASIL

ARTUR JOSÉ PIRES VEIGA, JANA MARUSKA BUUDA DA MATTA, DANIELA ANDRADE MONTEIRO VEIGA

Resumo


Este estudo analisou os espaços verdes da cidade de Vitória da Conquista – BA com o uso de geoprocessamento, sendo que as tipologias foram definidas com base na determinação em projeto, nos Decretos Municipais e sua relação com o uso do solo na atualidade. Na avaliação do uso do solo urbano, inicialmente utilizou-se a técnica de ampliação de contrastes de imagem de satélite, posteriormente os alvos foram identificados utilizando-se a metodologia de análise visual de imagens. Em seguida, foram feitas a checagem em trabalhos de campo. As áreas verdes definidas no Plano Diretor Urbano - PDU do ano de 1976 foram descritas com funções de conforto térmico, assegurando as condições de salubridade e proteção paisagística, através da criação de um sistema de áreas verdes. O percentual definido foi de 5% (cinco por cento) da área total loteada, destinada ao lazer sob a forma de praças, jardins, parques, com declividade máxima de até 10% (dez por cento), já para os lotes de chácaras, essa indicação aumentou para 10% (dez por cento) de área verde do total do terreno. No PDU de 2007, o percentual estabelecido foi de 15% a 25% dependendo da zona de uso, havendo uma separação entre outros tipos de uso, sem necessidade de alterar o destino das áreas verdes para outros fins. Constatou-se desigualdade na distribuição espacial das áreas verdes em todas as zonas e bairros, com concentração elevada nasáreas próximas ao Parque Municipal da Serra do Peri-Peri.


Palavras-chave


Áreas verdes. Distribuição espacial. Tipologias.Uso do solo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Indexações e Bases Bibliográficas

ibict1_195dialnet1_240latindex1_200sumario1_535e-revist_429